conjugar-verbos-online

Palavras de Sabedoria

De que forma você está utilizando as palavras no seu dia a dia? Acredito que talvez você nunca tenha parado para refletir sobre o poder das palavras, não é mesmo?!

Desde os primeiros anos de vida utilizamos a voz para a comunicação. Através dela é que nos conectamos com o mundo, indo de um lugar a outro, instantaneamente, através das palavras. Como quando falamos ao telefone com uma pessoa, que está em outra cidade.

Em nosso corpo a comunicação também é muito importante. Pois sem ela os impulsos elétricos, entre as células neurais e o tecido muscular, não existiriam e assim, não poderíamos nos mover. Se não existisse a comunicação bioquímica, entre as glândulas hormonais e as células dos nossos órgãos, não haveria crescimento nos jovens, ou instruções para mudanças cíclicas. Indo mais além, se não fosse à capacidade de armazenar e expressar informações no material genético (RNA/DNA), através da comunicação intracelular, dificilmente existiria a vida.

A civilização humana depende igualmente da comunicação, pois todos nós pertencemos a um sistema interligado de comunicação cultural. A nossa voz permite a comunicação entre as pessoas, e através das palavras transmitimos emoções e pensamentos para aqueles que nos cercam.

As palavras interferem na vida das pessoas que nos cercam, e possuem uma enorme importância nas nossas vidas. Entretanto, se usarmos as palavras de uma forma descuidada, atrairemos situações desagradáveis. Por isso, é importante estarmos atentos à maneira que utilizamos as palavras e nos comunicamos no dia a dia. Cada vez que expressamos, atingimos um alvo, um receptor. Exteriorizamos sentimentos através das palavras, as quais podem ser utilizadas para provocar diferentes efeitos no receptor: de ajudar, ferir, criar harmonia, união ou intrigas. As palavras são como sementes. Boas sementes dão bons frutos, do contrário não germinarão.

Os índios nativos americanos já diziam: “escolha suas palavras com cuidado, pois é através delas que você cria sua realidade”. Mesmo sabendo o que queremos dizer, muitas vezes modificamos, preferindo satisfazer os outros, com medo ou receio do que eles irão pensar, ou dizer.

Desta forma temos a oportunidade de expressar tudo o que somos, para sermos os arquitetos da nossa própria vida. Mudanças requerem coragem. Coragem de renunciar a um costume antigo, que nos condiciona a falar palavras em vão. A dica é: mude e crie a sua própria realidade, através da palavra. Fale coisas boas, consistentes. Seja grato pela sua vida. Quando precisar falar algo a alguém, mesmo sabendo que vai magoar, peça licença, e fale da melhor forma, no melhor momento, e para o bem de todos.

Gratidão!

Cláudia Adriana Bergamaschi – Terapeuta Floral e de Reiki.

flores-frutos

Quando se fala em flores emana subitamente em nosso pensamento um belo e florido jardim. Desde muito tempo usamos as flores para embelezar nossa casa, nosso ambiente de trabalho ou como forma de prestar homenagem às pessoas queridas. No mundo agitado em que vivemos, às vezes esquecemos o quanto faz bem ao coração dar ou receber uma flor de presente, pois elas têm o poder de harmonizar nossas emoções.

São tantas variedades, tantos aromas. Você já parou para pensar? Talvez se lembre do aroma da sua flor preferida, ou até mesmo já tenha tido a vontade de beber um elixir feito à base de flores. Saiba que isso é possível, pois existem elixires chamados essências florais, com o poder de harmonizar, potencializar ou minimizar as dores do coração e da alma.

Para que você entenda como isso é possível vamos conhecer um pouquinho da história de como foram descobertas as essências florais. Há cerca de 3.000 anos a.C., os egípcios utilizavam a gota de orvalho para curar desequilíbrios emocionais. Por volta do ano de 1.500 d.C., Paracelso usava as gotas de orvalho para tratar as mesmas desarmonias. Com o passar do tempo, em setembro de 1.886 d.C., nasceu na Inglaterra Edward Bach, onde anos mais tarde formou-se na Faculdade de Medicina de Birmingham, especializando-se em bacteriologia, imunologia e saúde pública. Trabalhou intensamente na ajuda aos feridos na 1ª Guerra Mundial, onde pode observar como os pacientes reagiam de forma diferente diante das enfermidades. Em 1919, Edward Bach passou a trabalhar como patologista e bacteriologista no Hospital Homeopático de Londres, onde se dedicou intensivamente a estudar a obra do fundador da homeopatia, Hahnemann. Assim, Bach, como é chamado, decidiu preparar suas vacinas com a técnica homeopática, criando vacinas orais que tiveram e tem até hoje ampla aceitação no meio médico. Já em 1929, no auge do seu êxito profissional, Bach abandonou as suas atividades na cidade e partiu para o campo, em busca de novos remédios. Onde, entre 1930 e 1934, ele descobriu 38 essências florais e escreveu seus fundamentos para uma nova medicina: “A Medicina Vibracional”. De volta à civilização, verificou a eficácia dos medicamentos e compreendeu a grande ajuda que poderiam dar à humanidade doente. Em 1936, Bach, disse a seus colaboradores: “Minha tarefa está cumprida; minha missão neste mundo está terminada.” Poucas semanas depois, enquanto dormia, Bach faleceu. Passados 50 anos após a sua morte surgiu o segundo sistema floral no mundo, e a partir daí não parou mais. Hoje são milhares de sistemas de florais que existem no mundo: Florais de Bach, de Minas, Australianos, Californianos, Joel Aleixo, Saint Germain, do Sul, da Amazônia, dentre diversos outros.

Mas vocês devem estar se perguntando: como é feita a essência floral? As flores escolhidas não podem de forma alguma conter poluição (devem ser silvestres). Escolhida a flor, a essência deve ser coletada em um dia ensolarado, sem nuvens no céu, no período da manhã. A flor deverá ser cortada com uma tesoura de cristal e ser emersa em uma bacia também de cristal, com água pura e cristalina. Emersa, ela energiza a água. Depois de algum tempo, a flor é retirada da água energizada e levada ao laboratório para passar pelas devidas análises físicas e químicas. Acrescenta-se um conservante que é o conhaque (ele fixa a energia da flor na água), e depois é diluída novamente em pequenos frascos, chegando até as farmácias de manipulação, onde é novamente diluída, chegando até você.

Cada flor tem a capacidade de equilibrar as qualidades da alma, por exemplo, se você tem muito medo, irá utilizar o floral da flor Mimosa, a qual proporciona coragem; se você sente-se inseguro a essência sugerida é a lavandula da flor da Lavanda, a fórmula do exame é indicada para qualquer situação que exige coragem, confiança, segurança, autocontrole, concentração e tranquilidade. O tratamento com a terapia floral resgata a autoestima, a autoconfiança e a coragem para vencer novos desafios. É importante deixar claro que o tratamento com terapia floral não substitui o tratamento da medicina convencional, agindo como terapia complementar. Seus resultados podem ser sentidos logo nos primeiros dias. Para uma indicação mais específica procure um Terapeuta Floral.

“Cultive o seu jardim interior e deixe que as borboletas cheguem até você!”

Cartaz abril-2014

 

fh_092010_001

Reiki? O que é isso? As pessoas fazem “caras e bocas” quando ouvem falar sobre o Reiki. Por falta de informação criam fantasias ou preconceitos, achando que Reiki é algo sobrenatural, adivinhatório ou uma religião. Reiki não é nada disso.

Reiki é uma técnica japonesa de harmonização através da energia vital universal. Ele age no corpo emocional da pessoa, harmonizando os pensamentos e as emoções a partir da imposição de mãos em determinados pontos energéticos. Estes pontos são chamados de chakras, invisíveis ao olho nu e localizados na aura da pessoa.

O que é energia? Energia é tudo aquilo que reside em nós e ao nosso redor. A alma é a nossa energia. Tudo o que existe no universo é composto de energia: animais, vegetais e minerais. Quando uma pessoa chega ao fim de sua vida aquela energia (alma) presente dentro do corpo físico deixa de existir, agregando-se ao grande universo.

Qualquer pessoa pode receber a energia Reiki? Sim, todos pode receber a energia Reiki através de um atendimento (sessão de Reiki), basta apenas procurar um terapeuta habilitado e iniciado em Reiki. Os benefícios são os mais variados possíveis, dentre eles estão o relaxamento mental, físico e emocional. O Reiki proporciona o alívio do stress, clareza mental, foco, direcionamento, aumento da auto-estima e um autoconhecimento com o passar do tempo.

Sendo assim, qualquer pessoa pode transmitir a energia Reiki? Não, é necessário realizar um curso para que a pessoa aprenda a técnica e seja iniciada (conectada), para que assim possa canalizar esta energia e estar em condições de transmiti-la. Fazendo uma analogia, uma pessoa antes de ser harmonizada na energia Reiki é como se fosse um rádio fora de sintonia. Depois que participa de um curso de Reiki, e passa pelo processo de iniciação, estará em sintonia com a energia do universo, e apta a transmitir esta energia. O curso de Reiki é indicado somente quando a pessoa sente a necessidade de aprofundar o seu autoconhecimento e os conhecimentos nas técnicas do Reiki.

A evolução da tecnologia e o recente despertar da comunidade cientifica para um conceito mais abrangente de saúde fizeram o Reiki ganhar a atenção de médicos e pesquisadores. O psicobiólogo Ricardo Monezi, da Universidade Federal de São Paulo, realizou um estudo aplicando Reiki em ratos e, na sequência, analisou as células do seu sistema de autoimune. “Em comparação com o grupo de controle, esses animais apresentaram um sistema imune mais agressivo contra a enfermidade. E nem precisamos falar que bichos não acreditam em Reiki”, salienta o pesquisador. Nós não precisamos acreditar no Reiki, e sim estarmos abertos para recebê-lo. A meta é viver bem e não somente debelar males.

A técnica do Reiki já foi matéria da revista Saúde é Vital, Veja e também do programa Globo Repórter. O sucesso do reiki não justifica, sob nenhuma hipótese, seu uso no lugar da medicina tradicional. Caso contrário, você corre o risco de não receber o tratamento adequado para um problema de saúde e, então, complicar-se sem necessidade. “O ideal é integrá-lo com abordagens convencionais”, reforça Plínio Cutait, coordenador do Núcleo de Cuidados Integrativos do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. No mundo agitado em que vivemos, todos necessitam buscar algo para sentir-se bem consigo mesmo, e para isto existe o Reiki.

 

Namastê! (O divino que reside em mim saúda o divino que reside em você!)

Fluir

“Deixa a vida me levar….vida leva eu…

Sou feliz e agradeço por tudo o que Deus me meu…”

(Zeca Pagodinho)

deixe_fluir-41

Untitled-1

camisetas-feliz-2014-reveillon-ano-novo-keep-calm-sua-frase-9547-MLB20017542268_122013-O

Nuvem de tags

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 263 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: